Você entende o conceito de educação corporativa? Descubra aqui!

A educação corporativa é uma prática na gestão de pessoas que coordena continuamente os conhecimentos individuais e organizacionais visando atingir aos objetivos estratégicos. Esse conceito está intrinsecamente ligado à inovação e o desenvolvimento da empresa.

Educar, nesse caso, refere-se a ir além de ensinar as competências necessárias para executar as funções da empresa. Trata-se de investir no conhecimento dos colaboradores usando como base as missões, visões e valores organizacionais. Aprendizagem que pode, inclusive, ser usada na vida pessoal.

A educação corporativa também vale como reciclagem. Além de rever conhecimentos, o colaborador aprende o que há de mais recente no mercado.

Para saber como implementar a educação corporativa na cultura organizacional e quais as vantagens que ela traz, continue a leitura deste post!

Como implementar a educação corporativa?

Se a sua empresa ainda não investe em educação corporativa, vai precisar de um tempo para planejar, criar estratégias de implementação e definir o que pretende alcançar. Veja como começar a cultura de educação empresarial:

Defina objetivos

Lembre-se de que a educação corporativa deve estar alinhada aos objetivos da empresa. Portanto, faça uma análise do planejamento estratégico antes de definir o que pretende alcançar com os treinamentos.

Veja algumas sugestões:

  • apresentar novos equipamentos;
  • fazer treinamentos de segurança do trabalho;
  • desenvolver a cultura organizacional;
  • fomentar o surgimento de novos líderes e gerentes;
  • aumentar a competitividade da empresa no mercado;
  • otimizar o tempo de serviço;
  • diminuir problemas de de desigualdade;
  • solucionar conflitos entre gerações;
  • qualificar conforme as constantes mudanças do mercado de trabalho.

Observe as necessidades da equipe

No dia a dia de trabalho, é possível perceber quais tipos de habilidade estão em falta entre os colaboradores. A forma de trabalhar está defasada? Falta visão analítica nos processos? O relacionamento interpessoal é ruim e atrapalha o trabalho em grupo? Há uma nova tecnologia que a equipe ainda não domina?

Você pode também fazer uma pesquisa para entender quais habilidades cada colaborador sente necessidade de dominar.

Desenhe o escopo do treinamento

Existem diversas formas de proporcionar essa educação: seminários, aulas, cursos, treinamentos intensivos. Eles podem acontecer dentro ou fora da empresa, em formato semipresencial e, até mesmo, como videoaulas ou outros formatos de curso online.

As aulas presenciais são ideais para empresas que desejam interagir pessoalmente com os colaboradores, promover dinâmicas e atividades em grupo, fomentar um espírito de competitividade e melhorar o relacionamento entre os colegas de equipe.

Já as aulas online proporcionam flexibilidade para o colaborador, já que ele opta pelo melhor horário e dispositivo para acessá-las, além da oportunidade de repeti-las sempre que achar necessário.

Tendo isso em mente, é hora de decidir como o conteúdo será trabalhado, se haverá uma alternância entre aulas, e quais assuntos serão abordados em cada formato.

Procure profissionais para colaborar nos processos e aulas

Para dar aulas e treinamentos, nada melhor do que quem une o conhecimento necessário com a habilidade de lecionar. Traga profissionais que entendam muito do assunto para auxiliar na montagem do escopo de aulas, na decisão das ferramentas, montagem das aulas, escolha de canais de comunicação e, claro, na apresentação do conteúdo em si.

Pesquisas VitalSmarts

Quais os principais benefícios da educação corporativa?

O conhecimento adquirido em aulas, seminários e cursos trazem benefícios tanto para a empresa quanto para o profissional:

Colaboradores mais preparados

Muitos colaboradores, por mais que tenham currículos bem formatados e bons históricos profissionais, não chegam totalmente preparados para a organização. Com a educação corporativa, a empresa chama para si a responsabilidade de capacitar os profissionais que pretende ter no seu corpo de trabalho.

Dessa forma, além do conhecimento que já adquiriu ao longo dos anos, a equipe aprende novas habilidades de grande utilidade na empresa e, principalmente, mantém-se em alto nível. O ganho vem para ambos os lados.

Melhoria de produtividade e engajamento

Colaboradores preparados conduzem trabalhos com muito mais qualidade, pois se sentem seguros quanto à sua capacidade de execução. Eles também executam as tarefas com mais rapidez e facilidade, pois não há tantas interrupções com dúvidas ou necessidade de refação.

Além disso, o poder de engajamento é muito maior quando eles percebem o investimento que a empresa dá à equipe, pois entendem como um estímulo contínuo para a melhora de seu conhecimento.

Por esse motivo, a equipe tende a permanecer mais tempo na empresa em vez de procurar por outros empregos, já que encontra oportunidade de crescimento profissional e desenvolvimento constante. Diminuindo a rotatividade e a dispensa de colaboradores.

Estratégias mais claras

Como a educação corporativa é baseada no planejamento estratégico, todos os envolvidos vão enxergar com mais clareza os objetivos da empresa. Além disso, as tarefas e habilidades desenvolvidas visam colocar em prática as estratégias para alcançar esses objetivos. Fortalecendo ainda missão, visão e valores organizacionais.

Caso a empresa pretenda mudar de objetivos, pode ser a hora de revisá-los e criar novos que tenham a ver com a atual situação da empresa. Com isso, toda a educação corporativa será adaptada para alcançar essas novas metas.

principios-da-influencia

Aumento da competitividade da empresa

O investimento educacional em seus colaboradores torna-os capacitados e incentivados a trazer inovações nos produtos, publicidade, serviços, além de otimizações nos processos e no atendimento. Aumentando assim, a demonstração valor da empresa no mercado.

Acontece também com relação à equipe: os colaboradores começam se ver como profissionais de ponta, tornando a empresa uma autoridade no seu segmento. Isso também ajuda a atrair novos profissionais, que buscam organizações que proporcionam crescimento e desenvolvimento de carreira.

Por fim, é uma forma de atrair e fidelizar diversos stakeholders, como os colaboradores, potenciais candidatos, empresas parceiras e clientes.

A educação corporativa é o contínuo investimento no desenvolvimento do corpo de trabalho da empresa. Além de formar profissionais preparados, é uma forma de atrair boas oportunidades, fortalecer-se no mercado de trabalho e tornar-se cada vez mais competitiva. Todos os envolvidos saem ganhando ― principalmente a empresa, que ganha uma equipe cada vez mais preparada.

Como você viu, a educação corporativa depende da capacidade da empresa em educar seus funcionários. Para complementar o assunto, descubra a importância do treinamento nas empresas. Boa leitura!

Close