Inspire-se nestas 6 mulheres na liderança ao redor do mundo!

Há alguns anos atrás, o mercado de trabalho estava praticamente dominado pela figura masculina. No entanto, com o passar do tempo, muitas mulheres conseguiram se inserir nesse cenário, o que abriu portas para que hoje existam inúmeras mulheres na liderança de companhias e cargos públicos pelo mundo.

Esta ascensão feminina em cargos significativos de órgãos e empresas é extremamente importante para a sociedade mundial, levando em conta os séculos anteriores de submissão e falta de oportunidades iguais para a classe feminina.

Com a transformação que houve nestas últimas décadas, temos muito a aprender com mulheres que fizeram a diferença para que isso acontecesse, não é mesmo?

Tendo isso em vista, preparamos este post para apresentar a você algumas personalidades femininas que assumem posições de liderança, inspirando milhões de pessoas ao redor do mundo. Vamos lá?

1. Hillary Clinton

Hillary Clinton, além de ser ex-primeira dama, ela ocupou cargos no Senado do estado de Nova York por oito anos e ainda disputou as eleições para presidente dos Estados Unidos em 2016.

Ela também já foi secretária de Estado, o segundo cargo eletivo mais importante depois do presidente da República americano.

Devido à sua influência na política norte-americana, Hillary, sem dúvida alguma, foi e continua sendo fonte de inspiração para várias mulheres na liderança ao redor do mundo. Por esse motivo, ela é uma personalidade feminina que não poderia faltar na nossa lista.

2. Luiza Trajano

Um dos maiores exemplos de empreendedorismo no Brasil, Luiza Trajano se tornou uma das mulheres na liderança do tão disputado varejo brasileiro. A sua firmeza e determinação foram essenciais para que conseguisse desenvolver a conhecida rede Magazine Luiza, um exemplo de marca que lidera há anos o mercado nacional.

Com uma visão à frente do tempo, ainda na década de 1990, quando o e-commerce era uma novidade, a rede varejista foi pioneira na implantação do seu comércio eletrônico e desenvolveu o conceito de loja virtual. Isso fez com que, atualmente, Luiza Trajano, com a sua rede de lojas, seja uma das maiores representantes do e-commerce no Brasil.

Hoje, Luiza é CEO da empresa e viaja ao redor de todo o país dando palestras sobre a importância da inserção feminina no cenário organizacional. É ou não um grande exemplo para se inspirar?

3. Oprah Winfrey

Você certamente já deve ter ouvido falar dessa liderança feminina americana devido à sua brilhante carreira. O que pouca gente sabe é que a apresentadora e empresária americana mais influente do país tem uma origem bastante humilde.

Apesar das dificuldades na juventude, ela conseguiu se graduar em comunicações e artes cênicas. Para posteriormente, tornar-se repórter e âncora em uma emissora nos Estados Unidos.

Oprah ainda fundou uma produtora e foi pioneira na apresentação feminina de talkshows. Com a carreira em constante ascensão, a apresentadora fez diversas participações no cinema e consolidou a parceria com um canal da TV direcionado ao público feminino.

Outra curiosidade é que ela, com o seu patrimônio mais que merecido, foi a primeira mulher negra americana a integrar a lista de bilionários da Forbes. Ufa! Que mulherão, hein?

4. Corazón Aquino

Quando pensamos em mulheres na liderança, não podemos deixar de citar o exemplo de Corazón Aquino, uma mulher que assumiu oposição em um governo ditatorial das Filipinas após seu marido ser exilado e executado em decorrência da ditadura.

Corazón foi a líder do primeiro governo Filipino eleito de forma democrática após receber apoio de mais de um milhão de pessoas por meio de um abaixo-assinado.

Inicialmente, ela sofreu muito preconceito por ser “uma mulher na política”, o que não a impediu de continuar lutando pela democracia e liderar um movimento revolucionário chamado People Power Revolution, após uma descoberta de fraudes eleitorais. Vale a pena conhecer melhor a sua história!

5. Sheryl Sandberg

Você já deve ter ouvido falar sobre o dono do Facebook, certo? Mas o que pouquíssimas pessoas sabem é que a gestão operacional dessa rede social é ocupada por uma mulher desde 2008. Sheryl Sandberg foi, inclusive, a primeira mulher a ocupar o cargo de liderança na empresa.

Engana-se, porém, quem acha que a carreira dela começou aí. Antes do cargo atual, Sheryl atuou como vice-presidente de vendas e operações on-line na conhecida Google e foi, também, chefe do Departamento do Tesouro americano. Além disso, ela já foi eleita pela Forbes como uma das mulheres mais influentes do mundo.

Em um mundo onde geralmente são homens que ocupam o topo de cargos corporativos, é admirável quando temos exemplos como o de Sheryl, de mulheres na liderança, não é mesmo?

6. Angela Merkel

A chanceler alemã é conhecida por seu temperamento firme e sua extraordinária inteligência emocional ao lidar com grandes desafios. Para quem não sabe, Angela Merkel conduziu a Alemanha durante um turbulento período de crise financeira e conseguiu retirar o país de uma grande recessão econômica através de estratégias políticas eficazes de estímulos e subsídios.

O governo de Angela foi tão bem-sucedido que, em 2016, o país atingiu um superávit comercial recorde de 252,9 bilhões de euros, além da excelente avaliação em agências de crédito. Por esse e outros motivos que o seu trabalho como gestora pública é um dos casos que mais inspiram muitas mulheres na liderança a buscarem o seus melhores resultados.

principios-da-influencia

Agora, que você conheceu um pouquinho da história de algumas mulheres na liderança ao redor do mundo, com certeza dá para ter uma noção do quão importante é a ascensão feminina para a sociedade, certo?

É muito importante lembrar que, ao contrário do que se pensava antigamente, as mulheres são extremamente aptas e competentes para liderar qualquer tipo de função. Garantindo inclusive, a igualdade de direitos pela própria Constituição Federal brasileira.

Então, o que você está esperando para seguir os passos desses magníficos exemplos de mulheres na liderança e buscar o seu lugar na história mundial? Não perca mais tempo!

E aí, gostou do conteúdo deste artigo? Agora, o que acha de compartilhá-lo nas suas redes sociais? Assim você vai inspirar mais mulheres a buscarem suas lideranças!