Como fazer um gerenciamento de conflitos eficiente? - VitalSmarts Brasil

Como fazer um gerenciamento de conflitos eficiente?

Quando pensamos em situações complexas com as quais os gestores lidam, de fato, o gerenciamento de conflitos é uma delas. Isso ocorre porque as empresas são compostas por diferentes gerações e tipos de personalidades que, por vezes, não se entendem como deveriam.

A situação fica ainda mais preocupante quando o problema começa a impactar na execução de projetos e na produtividade dos colaboradores. Desse modo, procurar habilidades e ferramentas  para minimizar as divergências é o melhor caminho a se seguir.

Se você deseja compreender o que é o gerenciamento de conflitos, qual a sua importância nos resultados das organizações, e quais ações são necessárias para garantir as melhores soluções, continue lendo o post!

Em que consiste o gerenciamento de conflitos?

A gestão de conflitos eficiente é uma exigência da sociedade contemporânea, na qual pessoas, cientes de suas expectativas, direitos e desejos, não se abstêm ao expressar opiniões perante os outros — quando se trata de ambientes corporativos, essa expressão tende a causar diversos problemas se feita de forma aleatória e sem planejamento.

Nesse contexto, podemos definir o gerenciamento de conflitos como uma forma de buscar a harmonia do relacionamento interpessoal a partir do foco no profissionalismo e desenvolvimento dos indivíduos.

Essa gestão envolve, ainda, inúmeros aspectos do comportamento humano que ultrapassam as fronteiras das competências técnicas e teóricas. Isso porque pessoas tendem a gerar resultados imprevisíveis já que, para ter um real controle das emoções e dos sentimentos no trabalho, é necessário um treinamento adequado, bem como a mediação de líderes imparciais.

barreira entre geracoes

Como lidar com o choque de departamentos?

Em uma organização com muitos departamentos, na maioria das vezes o trabalho de um deles impacta nos resultados dos outros. Isso, por si só, já causa os conflitos e choques interdepartamentais. Então, para conseguir resultados eficazes e o equilíbrio das relações interpessoais no trabalho, antes de mais nada é preciso fazer um alinhamento entre eles.

Primeiramente, o gestor, em seu papel de líder, precisa dar o exemplo aos seus subordinados, sendo referência de bom comportamento e cordialidade no ambiente de trabalho. Em vista disso, é importante mencionar que um líder não seja intransigente com os colaboradores, pois isso significa a imposição de argumentos e a falta de flexibilidade, fatores que representam um verdadeiro prejuízo aos relacionamentos interpessoais.

Além do mais, é preciso ter empatia para compreender o que motiva alguém a adotar determinados comportamentos e entender qual a solução ideal para a situação. Afinal, resolver desentendimentos não é uma “receita de bolo”, isto é, devem ser tomadas as melhores decisões de acordo caso a caso.

conversas custosas

O que fazer no conflito entre duas ou mais pessoas?

Mantenha uma comunicação imparcial

Pode parecer uma dica boba, mas manter uma comunicação saudável é essencial em qualquer situação que envolva convivência interpessoal — e no gerenciamento de conflitos não é diferente.

Um bom líder precisa estar disposto e saber ouvir o “outro lado” da história para tomar uma decisão sábia e imparcial. Além disso, é preciso que saiba o momento certo de mostrar os argumentos e a hora de fazer concessões para não levar nada para o lado pessoal.

Tenha paciência e pense antes de agir

Outra peça-chave para manter uma boa gestão de conflitos é ter paciência: sem ela as divergências dificilmente se resolverão. Para isso, pense bem antes de agir! Na hora na discussão, as emoções estão à flor da pele e qualquer palavra pode ser mal interpretada, tomando proporções gigantescas.

Seja adaptável e demonstre empatia

Saber como se portar diante das mais diversas situações de pressão sem se abater é uma característica muito importante para manter os relacionamentos interpessoais. A boa notícia é que pode ser desenvolvida — e a empatia é de enorme ajuda nesse processo.

Assim, tente sempre se colocar no lugar do outro e separe bem os fatos das histórias em momentos de conflito. Demonstrar compreensão, em certas situações, é a única forma de apaziguar os ânimos mais exaltados.

Quais medidas não tomar?

Agora que você já sabe quais comportamentos são eficientes para se adotar diante de conflitos, precisa saber também o que deve ser evitado nas mesmas situações.

Para começar, é essencial não incentivar competições desnecessárias, pois a intensa disputa pode gerar grandes problemas — individuais e coletivos — dentro da organização, como quebra da comunicação interna, boatos, intrigas, turnover no quadro de funcionários e outros.

Apesar de ser o extremo oposto de competição, quando em excesso a acomodação também é bastante prejudicial, devendo ser evitada. Assim, não é legal deixar feedbacks e resoluções de conflitos para depois e nem se afastar das situações conflituosas. Quando isso ocorre, os acontecimentos se transformam em uma enorme bola de neve que se espalha e afeta a todos os membros da equipe.

Quais ferramentas utilizar para a gestão de conflitos se tornar mais eficiente?

Plano de integração organizacional

Tendo em mente que a grande maioria dos conflitos corporativos se origina em dificuldades de adequação à cultura organizacional, elaborar um plano de integração organizacional assertivo que abarque as dicas para gestão de conflitos é uma excelente maneira de minimizá-los — e até mesmo exterminar alguns deles.

Pesquisas VitalSmarts

Treinamentos comportamentais corporativos

Considerados eficazes para aumentar o engajamento e estimular a inovação — sempre focando no capital humano —, há alguns motivos para investir em treinamentos comportamentais. Além de serem alternativas excelentes para conquistar culturas organizacionais de alta performance, com os treinamentos o fluxo de trabalho se desenvolve de forma mais eficaz, o que garante o alinhamento entre todos os colaboradores.

Como você viu ao longo deste artigo, saber fazer um gerenciamento de conflitos proveitoso envolve um verdadeiro planejamento e estudo das melhores alternativas. Porém, se você seguir as informações aqui disponibilizadas e aplicá-las de forma correta, sem dúvidas, vai conseguir fazer com que o clima organizacional da empresa melhore muito!

Agora que você já sabe gerenciar bem o pessoal da empresa, siga nossos perfis nas redes sociais e não perca nenhum conteúdo desse tipo! Você vai nos encontrar no Instagram, no Facebook, no YouTube e no LinkedIn.​

Close