Como dar feedback corretamente? 7 dicas para pôr em prática

O feedback é um retorno ou parecer sobre alguma questão — pode ser individual ou relativa a um grupo  — que precisa ser avaliada. O feedback pode ser positivo ou negativo. No primeiro caso, o retorno contém o reconhecimento do bom trabalho prestado e motiva o colaborador a continuar engajado com a empresa. Já o negativo, geralmente, é composto de apontamentos sobre o que deve ser melhorado.

Dar Feedback corretamente

Saber como dar feedback é uma prática extremamente útil em ambientes corporativos, principalmente os feedbacks que possuem teor negativo, pois é muito complexo indicar pontos que estão aquém do esperado sem ser rude ou indelicado.

Pensando na importância do feedback para o desenvolvimento de gestores, colaboradores e resultados da empresa, nós preparamos este artigo com 7 dicas para te ajudar a exercitar a capacidade de dar feedback, melhorando assim o ambiente corporativo. Continue lendo!

1. Reflita antes de dar o feedback

Esse é o primeiro passo a ser seguido antes de dar um feedback, afinal, em um ambiente empresarial, nenhuma atitude deve ser realizada sem que antes haja uma reflexão genuína sobre o assunto. Uma simples frase dita sem pensar pode gerar enormes conflitos corporativos, certo? Dessa forma, reflita questões como:

  • o feedback que pretendo dar é verdadeiro?
  • o que eu programei dizer é bom para quem vai escutar?
  • é necessário ou útil fazer todos esses apontamentos?
  • isso ajudará o colaborador e a empresa?

Se as respostas aos questionamentos acima forem positivas, siga em frente e dê o feedback observando as dicas abaixo de forma cumulativa.

2. Faça do feedback algo imediato e regular

Quando há uma situação que precisa de um retorno, esperar para fazê-lo “mais tarde” não é a melhor solução. Isso porque, quando procrastinamos algo, a tendência é que as atividades se acumulem, e, quando isso ocorre, não há tempo hábil para dar o feedback de maneira minuciosa e cuidadosa.

Em função disso, é importante fazer dessa prática uma constante na empresa. Dessa forma, além de não demorar a dar o retorno, possuir um sistema organizado no qual pode haver, por exemplo, um momento do dia em que isso ocorra.

3. Seja claro em relação ao que está errado

Não há nada mais entediante do que receber um retorno cheio de rodeios e com falhas na comunicação, não é mesmo? Nesse momento, tudo o que esperamos, é que o gestor deixe claro todos os apontamentos relevantes.

Saber como dar feedback com clareza é, também, aumentar a sua eficácia, pois caso algum ponto precise ser ajustado, mostrar exatamente o que não está adequado e o que deve ser feito é a melhor maneira de garantir que o colaborador, de fato, aperfeiçoe o seu trabalho.

4. Dê dicas de comportamento e posicionamento

Além da clareza e objetividade do feedback, tenha em mente que apenas apontar os erros não é totalmente eficaz. Um gestor deve saber usar os termos corretos a fim de indicar o caminho a ser seguido nesse aprimoramento.

Portanto, sempre dê dicas de comportamentos e posicionamentos que serão úteis na melhoria do trabalho. Cite comportamentos exemplificativos que possam ser seguidos de acordo com a situação concreta que estão enfrentando. Além disso, é salutar saber que não se deve culpar o funcionário, mas motivá-lo a querer melhorar.

Pesquisas VitalSmarts

5. Substitua termos na linguagem habitual

Uma das formas de melhorar o diálogo no momento de dar o feedback, é adaptar a linguagem e os termos utilizados. Por exemplo, a palavra “mas” pode ser frequentemente substituída pelo “e”.

Assim, em vez de usar uma frase com teor negativo, é interessante utilizar algo menos incisivo. É possível, também, substituir o “se” pelo “quando” e o “espero que” pelo “sei que”. Essa é uma forma bem útil de incentivar o funcionário a melhorar, a partir da utilização de termos que passem confiança.

6. Continue acompanhando o caso

Agora que você já seguiu todas as dicas acima e sabe como dar feedback eficaz aos membros da sua equipe, atente-se ao fato de que é necessário continuar acompanhando as questões observadas, uma vez que apenas dizer o que precisa ser feito não é o suficiente para que haja uma real mudança.

Acompanhar, posteriormente, o desenvolver da situação demonstra ao colaborador que você se preocupa com a evolução dele dentro da empresa e que — por mais que o erro pareça pequeno diante do corpo empresarial — cada funcionário é uma parte importante nos resultados da companhia.

Assim, reforce positivamente as mudanças, observe se as suas dicas estão sendo eficazes, e, caso perceba o progresso, não deixe de dar um feedback positivo. Funcionários que se sentem reconhecidos são sempre mais produtivos e dispostos a melhorar.

7. Saiba quais são os principais erros a serem evitados ao dar um feedback

Muitos gestores não percebem, mas, atitudes simples podem influenciar negativamente no resultado de um retorno. Por isso, é importante que você, além de saber como proceder ao dar um feedback, também saiba o que evitar nesse processo.

Abaixo, separamos alguns exemplos de erros que devem ser evitados se você quer saber como dar feedback. Veja:

  • fazer comparações entre os funcionários: não tenha esse tipo de atitude, pois isso diminui a autoestima e gera conflitos no ambiente de trabalho;
  • focar somente nas críticas: é imprescindível que, ao dar um feedback, você busque também algo de positivo para falar;
  • dar feedback em público: essa atitude é extremamente antiética, por isso, mantenha sigilo para não expor o colaborador;
  • pedir para que outro membro da equipe dê o feedback por você: esse tipo de comportamento é desconcertante e demonstra falta de capacidade de liderar;
  • não se preparar antecipadamente: como dissemos, é preciso observar diversos pontos ao dar um feedback, e a falta de preparação pode atingir o resultado inverso do pretendido.

Viu só como é possível desenvolver uma boa técnica de retorno para os seus colaboradores? Seguindo as dicas acima, você com certeza alcançará o objetivo almejado e melhorará a atuação da sua equipe.

Conheça também nossos treinamentos Conversas Cruciais e Compromissos Cruciais, que oferecem habilidades únicas para que você aborde feedbacks de maneira assertiva.

Agora que você sabe exatamente como dar feedback, aproveite e conheça os hábitos que limitam a carreira e saiba como mudá-los!