Atrair e reter talentos nas organizações: como fazer?

Existem diversas vantagens de atrair e reter talentos nas organizações. Entre eles, podemos citar a otimização da força de trabalho, a criação de equipes de alto desempenho e o alcance de resultados fora da curva. A questão-chave é: como fazer isso, na prática?

Existem algumas práticas que podem contribuir em maior ou menor grau para a atração e  desenvolvimento de novos talentos. Criar uma forte marca empregadora é um bom início, para isto é necessário ter políticas estruturadas de retenção dos talentos e um bom plano de treinamentos corporativos.

Nós criamos um artigo completo para você e separamos 6 dicas para atrair e reter talentos nas organizações. Portanto, leia com atenção aos próximos tópicos e garanta a redução no turnover da sua empresa.

Arquitete uma forte marca empregadora

Assim como as empresas devem trabalham a sua marca destinada aos clientes finais, no intuito de estimular determinadas ações, elas também precisam ter o foco nos profissionais da organização — a chamada marca empregadora (employer branding, no inglês).

Qual tipo de imagem a sua empresa transmite especificamente para os profissionais do mercado de trabalho? Enquanto algumas são amadas e desejadas, outras não oferecem o mesmo apelo para seus candidatos. Vejamos a empresa de tecnologia Google, por exemplo, seus processos de seleção contam com milhares de talentos por vaga, um sólido indicador de uma boa marca empregadora. Outras empresas, porém, encontram dificuldades em recrutar candidatos qualificados.

Para desenvolver sua marca empregadora, utiliza com abundância as redes sociais para postar vídeos, fotos e textos sobre o ambiente de negócio, vale também comentar outras informações como modelos de liderança, cultura e o propósito da organização.

Melhore a comunicação com o público interno

A comunicação é a base para todo relacionamento. Sem diálogo, não existe alinhamento profissional e muito menos a retenção de talentos no ambiente de trabalho.

Em razão disso, é necessário encontrar meios para melhorar sua comunicação interna. Podemos aqui citar duas barreiras que podem ser desenvolvidas: a falta de canais que levem a mensagem aos colaboradores e a falta de comprometimento da liderança — em especial a alta administração.

Logo, comece integrando novos canais de diálogo — aplicativos mobile, redes sociais corporativas, murais de recados, softwares, são algumas opções válidas.

Encontre formas de estimular toda a liderança. De cima para baixo, a começar pelo diretor executivo, as informações devem ser cascateadas com eficácia e agilidade. Sem o envolvimento de todos, a comunicação será aprimorada.

Para isto é importante desenvolver uma cultura de diálogo aberto, na qual os profissionais se sintam bem para receber e oferecer feedbacks — seja uma crítica construtiva ou elogio.

Crie um ambiente de bem-estar

Mesmo que não valorizado, existem diversos benefícios em construir um ambiente de bem-estar corporativo. Um estudo veiculado pela Exame mostra que bons locais de trabalho são, também, 76% mais atraentes, 86% mais produtivos e 70% mais rentáveis, em média.

Existem diversos indicadores que podem ser sinais de ambientes tóxicos ou desagradáveis aos colaboradores. O alto índice de absenteísmo, evasão ou improdutividade são exemplos importantíssimos de uma má cultura organizacional.

Para mudar esse cenário, é importante investir em segurança, ergonomia e saúde laboral dos colabores. Crie um local de trabalho menos burocrático, bem arejado e que proporcione uma relação saudável entre os funcionários. Caso contrário, toda a firma será prejudicada.

Isso, além de garantir uma maior retenção dos colaboradores, contribui ativamente para a atração de novos talentos — visto que todos desejam fazer parte de um bom local de trabalho.

Tenha uma página de carreiras

A página de carreiras é um “cartão de visita” aos profissionais que estão fora da empresa, e, por várias vezes, é o primeiro ponto de contato antes de um processo seletivo.

Em resumo, a página de carreiras é um espaço web no qual se pode veicular informações relevantes sobre a empresa, como fotos do local de trabalho, vídeos de eventos corporativos ou vagas abertas — permitindo, de forma democrática, a inscrição dos profissionais interessados.

São dois os principais objetivos deste tipo de conteúdo: mostrar detalhes do ambiente organizacional e, fazer com que talentos tenham interesse em participar do time.

Normalmente a seção é chamada de “trabalhe conosco”, e grandes empresas do mundo já o utilizam. A página de carreiras pode ser criada do zero ou com base em alguma plataforma web já existente, como o LinkedIn.

Invista em lideranças baseadas no exemplo

A maioria dos profissionais não pedem demissão do emprego, mas sim dos seus chefes. Quando não existe uma boa relação entre líder e liderado, é comum que o engajamento diário seja baixo e a taxa de turnover (saída de colaboradores) seja mais elevada.

Portanto, é preciso investir na liderança exemplar — na qual os gestores sejam inspiradores de ótimos resultados e não fiquem no “faça o que eu falo, não o que eu faço”.

Entre características de líderes exemplares, podemos listar a capacidade de transmitir os valores da empresa, ouvir seus subordinados, entregar resultados e desenvolver-se constantemente — dentre outros aspectos altamente capazes de trazer inspiração ao time.

O problema dos gestores que falam uma coisa e fazem outra, deve ser combatido todo dia, pois isto certamente dificulta na retenção dos seus maiores talentos organizacionais.

principios-da-influencia

Desenvolva programas de capacitação

Por fim, é preciso manter seus colaboradores devidamente capacitados. Investir no aprimoramento dos profissionais é uma das melhores formas de reconhecer sua importância, além de mantê-los entusiasmados no ambiente de trabalho. Cenário que, infelizmente, não é muito desenvolvido no Brasil.

Dados da Associação Brasileiro de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD) mostram que profissionais brasileiros passam por 21 horas de treinamento por ano, em média — número 36% inferior ao de países desenvolvidos, por exemplo, os Estados Unidos.

Em razão disso, é fundamental integrar novos programas de capacitação. Treinamentos para o aprimoramento de líderes, melhoria da responsabilização interna e gestão de conflitos, entre outros são ótimas alternativas para aumento dos resultados organizacionais.

Para isto, é importante contar com uma empresa especializada e que ofereça metodologias mundialmente sólidas e premiadas. Desse modo, seus treinamentos serão mais do que simples eventos e passarão a ser atividades estratégicas para o crescimento da empresa.

Enfim, agora que você está por dentro do tema, tenha em mente que atrair e reter talentos nas organizações não é uma tarefa fácil, portanto, precisa de um alto grau de atenção. É preciso criar um clima de trabalho agradável, reforçar a marca da empresa, investir em novos canais de comunicação e no aprimoramento dos profissionais.

Agora, que tal assinar a nossa newsletter e receber outras novidades diretamente em seu e-mail?