Accountability nas empresas: como engajar colaboradores com os resultados?

É muito provável que você já tenha ouvido falar em accountability nas empresas, Se não, saiba que o termo é comumente utilizado para se referir a metodologias de controle operacional e prestação de contas em diversas organizações pelo mundo.

Contudo, à medida que empresas modernas têm se atualizado em relação às formas de trabalhar com novas gerações de profissionais, o conceito de accountability tem ganhando cada vez mais adeptos no mercado. E é justamente sobre isso que falaremos neste conteúdo. Acompanhe a leitura para saber mais!

O que é accountability?

De acordo com Espinoza (2012), Accountability é uma expressão abrangente e sua tradução está relacionada a termos como responsabilização, controle, fiscalização ou, ainda, prestação de contas, remetendo à ideia de transparência e obrigação dos integrantes prestarem contas a instâncias administrativas e seus respectivos representantes.

Em outras palavras, accountability faz referência a quem desempenha funções de relevância na sociedade em termos de prestação de contas de maneira ética, responsável e transparente, deixando evidente por qual motivo o faz, quanto gasta e o que fará na sequência.

Sendo assim, não se trata somente de prestar contas em termos quantitativos, mas sim de realizar uma autoavaliação sobre as obras realizadas, apresentar o que foi feito e justificar os pontos que houveram falhas.

Nesse contexto amplo, podemos afirmar que a responsabilidade de prestar contas é tão importante quanto o conhecimento público. Afinal, trata-se do desempenho de cargos e seus impactos nos resultados esperados.

Quais são os princípios de accountability?

Primeiramente, é necessário compreender que o papel de accountability nas empresas é diferenciar as organizações comuns das bem-sucedidas.

Mesmo com as perceptíveis mudanças nas dinâmicas de empreendedorismo, ainda existem muitas empresas que investem em modelos de gestão inflexíveis e isso acaba afastando talentos, sem considerar a diminuição na diversidade de perfis que integra o time de colaboradores.

O fato é que a nova geração de profissionais precisa se identificar com a cultura da organização e aderir aos seus princípios com um objetivo: garantir a qualidade nos resultados.

barreira entre geracoes

Manter a motivação ao desempenhar funções é garantir o orgulho dos colaboradores de pertencerem a uma empresa, gerando experiências únicas e, ainda, tendo a possibilidade de obter conhecimentos singulares. Em muitos casos, o retorno financeiro deixa de ser prioridade e a noção das ações que são vitais para o negócio se tornam mais significativas.

Esse conceito funciona como uma via de mão dupla, pois ao mesmo tempo em que o mercado de trabalho exige profissionalismo, criatividade e dinamismo por parte dos candidatos, a nova geração procura uma ocupação que lhe traga alguma significância pessoal.

Portanto, os princípios de accountability, quando aplicados no contexto empresarial, são de extrema relevância para as organizações. Antes de pensar nos resultados, é fundamental lembrar que os maiores ativo das empresas são aqueles que formam seu organismo — os colaboradores.

Como é feito o accountability nas empresas?

Em primeiro lugar, é importante destacar que a essência do accountability consiste em atuar com base na responsabilização por todos os elementos das equipes, levando em consideração os resultados almejados e avaliando possíveis melhorias.

Sendo assim, é necessário dar vazão às convenções do cotidiano profissional para que os todos os colaboradores e departamentos sejam tratados como os reais responsáveis pelos resultados do negócio, gerando uma cultura mais proativa na organização.

Aqui, a questão não se resume a evitar os erros, mas sim em utilizá-los como ferramentas de aprendizado e, consequentemente, assumir os problemas e enfrentar os desafios gerados. Por isso, é imprescindível que os colaboradores entendam os objetivos da empresa com clareza, para que saibam o que realmente importa para o negócio e possam alcançá-los com eficiência.

A partir do momento em que as prioridades estejam estabelecidas, deve-se definir as principais ações a serem tomadas com a finalidade de alcançar os planos desejados.

Para que seja possível garantir um nível avançado de comprometimento e transparência em sua empresa, é recomendado utilizar metodologias de gestão de desempenho inovadoras, como os OKRs.

Busque também em uma estrutura que facilite a interligação de todas as metas organizacionais, é possível organizar e distribuir de modo otimizado as prioridades, tanto coletivas quanto individuais.

Além do foco nos resultados, o intuito é o de reforçar a premissa de comprometimento através do accountability nas organizações. E não se limite a um simples sistema de definição de metas, deve-se considerar também um canal de comunicação que mantém a empresa unificada a partir do desenvolvimento colaborativo dos objetivos.

Como funcionam os OKRs?

Essa ferramenta foi popularizada pelo maior mecanismo de busca da atualidade, o Google, em meados da década de 90 e, hoje em dia, são utilizadas por diversas organizações com a visão de inovação em processos.

A essência na metodologia dos OKRs é utilizar avaliações contínuas e transformá-las em um modelo de gestão de alta performance, como ocorre em grande parte das empresas de sucesso.

Você deve estar se perguntando o que é um OKR, afinal de contas, não é mesmo? Pois bem, o termo é uma abreviação de Objectives and Key Results” e seu conceito é composto por um objetivo principal e seus respectivos resultados. Entendemos objetivo como “sonho” e resultados como “critérios de sucesso”.

Dito isso, acompanhe a seguinte formatação para entender a metodologia de forma mais prática: minha empresa quer ______ (objetivo) medido por ____ (resultado-chave).

Esses objetivos devem ser compartilhados de maneira ampla e é muito importante que sejam compreendidos por todos os envolvidos, para que os colaboradores possam identificar de qual forma podem contribuir com as diretrizes do negócio. Certamente, os OKRs geram um grande senso de responsabilidade e pertencimento, desenvolvendo diretrizes para atingir os resultados almejados.

Por que o accountability deve ser desenvolvido nas empresas?

Como você pode imaginar, os OKRs não são desenvolvidos para serem utilizadas contra os colaboradores, mas sim como importantes recursos que os líderes possam utilizar como fonte de motivação e alinhar a equipe para trabalhar de maneira conjunta e unificada, além de aumentar a transparência e o empoderamento por meio do accountability.

Considerando que os objetivos estejam interligados, a metodologia contribui para que a empresa esteja alinhada de maneira estratégica em prol dos resultados desejados. Resumindo, o papel do accountability nas instituições é manter uma atmosfera positiva, na qual todos os envolvidos se sintam motivados a performar de maneira produtiva e eficiente.

Por que contar com a parceria de profissionais especializados para implementar o accountability?

Para concluirmos, é importante destacar que uma organização especializada em treinamentos comportamentais e melhorias de performance profissional no âmbito corporativo, como a VitalSmarts, que tem um papel fundamental na implementação do accountability nas empresas.

A vasta experiência em lidar com a diversidade de pensamentos e formas de trabalhar dos colaboradores que integram a equipe de uma organização é fundamental para que o conceito seja aplicado de forma bem-sucedida.

Gostou do artigo sobre como o accountability nas empresas ajuda a engajar os colaboradores? Conhece alguém que se interessaria pelo assunto? Então não deixe de compartilhar este conteúdo com seus amigos nas redes sociais!